segunda-feira, 22 de junho de 2015

                                                       A ÁRVORE DE BETO
      Lá na minha rua tem um menino chamado Beto. O Beto é amigo de todo mundo.
      Não é amigo só dos meninos não. Ele é amigo do dono da padaria, seu Júlio... Toda manhã o Beto entrega o pão na nossa rua.
      É amigo do sapateiro, seu Bertoldo... Ele até está aprendendo a consertar sapatos.
      É amigo do seu Nicolau, um velho engraçado, que faz pipocas para a gente. É o Beto quem faz as compras para ele.
      O Beto tinha muita vontade de ter uma árvore de Natal. Era o sonho dele. Uma árvore grande, como a da casa do Caloca. Mas o pai de Beto não podia comprar. Todo ano ele prometia, mas todo ano acontecia alguma coisa e ele nunca podia dar a árvore para Beto.
      Um dia, o Beto teve uma ideia.
     Lá na nossa rua tem um terreno vazio, um terreno baldio. O Beto resolveu plantar uma árvore lá e esperar até que ela crescesse.
     Limpou um pedaço do terreno... Arranjou um pouco de adubo com seu Alexandre, o jardineiro... Comprou uma muda pequenininha de pinheiro... E plantou no terreno.
     Todos os dias, o Beto regava a mudinha dele.
     Revolvia a terra em volta, tirava os galhos secos. Vigiava para não subir formiga. Cuidava da plantinha como se fosse uma gentinha. E a plantinha foi crescendo, forte e bonita.
     Eu não sei quanto tempo o Beto cuidou daquela planta. Foi muito tempo... Até que a árvore de Beto ficou grande, cheia de galhos, uma beleza! Prontinha para virar árvore de Natal.
     Na véspera do Natal, o Beto pediu para seu Nicolau ajudar. Ele ia levar a árvore para casa. Seu Nicolau veio, com um serrote e uma lata.
     - Pra que este serrote, seu Nicolau? ̶ Beto perguntou.
      - Ué, é pra serrar a árvore, você não quer pôr a árvore na lata, pra levar pra casa?
     - Ah, mas assim vai matar a árvore!
     -Bem, é assim que todo mundo faz. Serra o tronco da árvore e enterra numa lata.
     - Ah, mas isso eu não quero.
    - Minha árvore deu tanto trabalho... Eu gosto muito dela. Não quero matar; Deus me livre...
     -Bom , a gente pode desenterrar com cuidado, serrar as raízes...
                             Adaptação: ROCHA, Ruth. A árvore de Beto. São Paulo: Editora FTD, 2004.

1 - No primeiro parágrafo, há uma indicação do lugar onde a história se passa. Retire do texto o trecho em que isso ocorre.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2 - Chamamos de protagonista o personagem principal da história. Quem é ele?

________________________________________________________________________

3 - No primeiro parágrafo do texto há informações sobre Beto. Qual é sua principal característica?

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________

4 - O narrador demonstra uma certa intimidade com o protagonista.

“Lá na minha rua tem um menino chamado Beto.”

a)No trecho acima, como o narrador chama o protagonista?

_________________________________________________________________________


b) Esse é o nome dele ou é um apelido do protagonista?

________________________________________________________________________

5 - No texto, notamos que há outro personagem que é identificado por seu apelido. Quem é ele?

_________________________________________________________________________

7 - O pai de Beto não podia comprar a árvore para ele. De que forma Beto solucionou este problema?

___________________________________________________________________

8 - Explique, com suas palavras, o que significa a expressão “terreno baldio”.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

9 – Retire do texto o trecho que mostra como Beto cuidou do pinheirinho.

______________________________________________________________________________________________________________________________________

10 – Observe a frase “Cuidava da plantinha como se fosse uma gentinha.” Que palavra demonstra que Beto não olhava a árvore como uma planta sem vida? Justifique sua resposta.
______________________________________________________________________

11 - O narrador inicia a 1ª parte do texto dizendo “Lá na minha rua tem um menino chamado Beto. O Beto é amigo de todo mundo.” O trecho destacado revela a opinião do narrador . Em que momento da história fica evidente que Beto tem muitos amigos?

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

12 -Circule, no texto, as palavras que demonstram as ações realizadas por Beto.Ele praticou a ação de plantar a árvore. Quais foram as ações que ele realizou para que a árvore crescesse bonita e sadia? Copie essas ações do texto.
______________________________________________________________________________________________________________________________________



          

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Semana Farroupilha